Ouvido nos bastidores #4

Disse ele: Esquece isso, acho que já tiveste demasiados problemas no trabalho.

 

Ela respondeu: Desculpa, mas não posso aceitar que façam pouco de uma colega que chega ao trabalho com o olho negro, e que é seguramente vítima de violência doméstica, chamando-lhe coisas como "boxer" e afins.

 

E depois perguntou: Será que é porque sou mulher também?

 

Chegará o dia em que homens e mulheres se irão indignar com a violência doméstica, e fazer alguma coisa para mudar a situação, com a mesma sensibilidade e sentido de humanidade.

 

Em Timor. E no mundo inteiro.

Reporter Timor às 06:26 | link do post | comentar | Adicionar aos favoritos