Diz que é assim todos os anos

 

Ele: Não vais acreditar no pandemónio que aqui vai, um colega meu anda de mesa em mesa a cumprimentar todas as raparigas com a desculpa do Valentine's Day.

Eu: Oi?! No trabalho?

Ele: Não, espera, agora estão todos aos beijos e abraços. Uma pândega!

Eu: Tu queres ver...

 

...

 

Eu: Same here... 

 

Por cá não se vendem flores naturais, é apanhá-las no campo. Chocolates? Os Regina estão a preço de ouro. Sejam originais, pá!

 

PS: Não, não sou grande fã do 14 de Fevereiro.

Reporter Timor às 02:38 | link do post | comentar | Adicionar aos favoritos