Cantar de Galo

E às cinco da manhã o galo cantou. Ou melhor, deu início a todo um concerto.

 

Ele: Asas de frango para o almoço?

 

Fiquei três dias a ganhar coragem para pedir que mudassem os galos de sítio, por serem animais sagrados, por não conhecer bem a zona ou as pessoas e porque não queria ser mariquinhas. No final, venceu a necessidade de dormir. Nem é tanto o facto de cantarem de 15 em 15 minutos e durante TODO o santo dia, é que com o jet lag basta uma só alvorada galinácea e lá se foi o sono dos justos.

 

Diz que os galos hoje vão conhecer o novo poleiro. Que é como quem diz àrvore uma vez que é lá que são amarrados.

Reporter Timor às 07:52 | link do post | comentar | Adicionar aos favoritos