Sobre a normalidade

 

Já fiquei sem água, sem luz, sem gás. Choveu dias inteiros. Caminhei, de saltos, com água até aos joelhos. Fiquei presa em areias movediças. Voltei para casa com lama até às orelhas.

 

Isto é a minha vida. O meu quotidiano. A normalidade.

 

E só assim se explicam as 24h que fiquei sem água em casa. Convencida de que era um problema geral não falei com os senhorios e esperei. Pacientemente. Até ouvir a mangueira, lá fora. 

 

- A sério? Mas nós temos água! deve ser o vosso depósito. Já vamos resolver o problema.

 

Ri-me tanto... 

 

PS: Há dois meses que tomo banho de água fria. Às 7h da manhã e às 10h da noite custa um bocadinho. Mas diz que dá saúde. Só não faz é crescer, o que é uma grande maçada.

 

Reporter Timor às 02:33 | link do post | comentar | Adicionar aos favoritos