O pesadelo da noite passada

Estava bem acordada quando gritei por ajuda perto das 2h da manhã.

 

Antes disso, ouvia ao longe - seria sonho? - alguém a bater com muita insistência no vidro da minha janela, depois percebi que esse alguém tentava abrir a janela e foi aí que acordei assustada.

 

Segundos depois a criatura deixou claro que a ideia era entrar-me em casa. Com tanta porta e janela, ao escolher a do meu quarto, o intruso sabia muito bem ao que ia. Embalado pelo álcool? É possível. Mas seguramente também, senão sobretudo, pela obsessão pelas mulheres brancas.

 

Diz a lenda que um dia uma mulher muito branca e muito loira há-de aparecer aos homens timorenses. Para quê exactamente, não sei. Sei que o tipo não quis esperar nem por esse dia nem pela loira.

 

Valham-nos os amigos, é só o que vos digo...

Reporter Timor às 02:16 | link do post | comentar | Adicionar aos favoritos